Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches

Bem – Vindos !

Apresentação da obra infantojuvenil “A Menina que Só Sabia Sorrir”

Sob o mote “O melhor caminho é o que se faz em conjunto”, o agrupamento de escolas José Ribeiro Sanches, recebeu a autora da obra infantojuvenil “A Menina que Só Sabia Sorrir”, Célia Teixeira, centrada na inclusão e em valores nobre de cooperação e solidariedade. A obra foi apresentada pela autora aos alunos do 1º e 2º ciclos do Agrupamento, onde foi contada a história com o intuito de sensibilizar para um mundo mais tolerante e inclusivo.

Porque em conjunto faremos seguramente a diferença no trilho da inclusão, esta iniciativa marca o papel da escola na formação dos mais novos, com o intuito de formar uma cidadania consciente e  aberta à aceitação da diferença e a valores nobres de cooperação, amizade  e solidariedade.

Amar sem Fronteiras Nem Violência

No âmbito da sinalização do Dia dos Namorados, em parceria com a GNR do Fundão, a CPCJ de Penamacor e o AERS, no âmbito do PES, realizou na manhã do dia 15/02/2024 uma ação informativa destinada aos jovens do 3º ciclo e do ensino secundário. Esta ação teve lugar no auditório da escola sede do AERS. A realização desta sessão pretendeu seguir a política nacional de prevenção de violência doméstica e bem como realçar a importância da prevenção primária da violência de género, e do seu desenvolvimento de uma forma sistemática, continuada e holística, de modo a consciencializar crianças e jovens para a desconstrução da violência e para o desenvolvimento de relações interpessoais de namoro e intimidade saudáveis.
Nesta sessão foram abordadas as tipologias de violência no namoro, as formas de prevenção, sinais de alerta e impactos deste fenómeno, tendo sido referido que no ano de 2023, foram recebidas mais de sete denúncias diárias pela PSP e GNR. Outro dado exposto foi o de que as formas mais comuns de violência, no ano transato, foram injuria, ameaça, ofensa, agressão, humilhação, perseguição ou devassa da intimidade.
Mais se referiram alguns dados relativos ao estudo realizado pela UMAR, a União de Mulheres Alternativa e Resposta, a alunos do 7º ao 12º ano, nomeadamente alertou-se para o facto de que do total dos jovens participantes, 68% não consideram violência no namoro comportamentos de controlo nas redes sociais, pressão para beijar, insultos ou empurrões e bofetadas sem deixar marca. Aditou-se que, 63% destes jovens já experienciaram na sua relação de namoro, pelo menos um dos indicadores de violência, sendo que a forma mais legitimada é a de “controlo” (54,6%), sendo também esta a forma de violência mais reportada “controlo” (45,5%).
A CPCJ de Penamacor gostaria de agradecer a todos os que estiveram presentes, em especial ao Agrupamento de Escolas, pela disponibilização do espaço e pela colaboração, bem como aos agentes da Escola Segura, aos palestrantes e aos estudantes.

A Presidente da CPCJ de Penamacor,
Cristiana Santos

“Dia dos Namorados”

E porque ontem foi dia dos apaixonados, não esquecemos de dar vivas ao amor e à amizade! Passa pela Biblioteca onde podes encontrar um cantinho para fazer leituras apaixonantes! ❤
Trabalhos realizados pelos alunos de História do Ensino Secundário.

CARNAVAL NA ESCOLA BÁSICA DE PENAMACOR

Os alunos e docentes da Escola Básica de Penamacor não quiseram deixar passar esta época festiva de fantasia e animação e, na impossibilidade da realização do habitual Desfile de Carnaval, devido ao mau tempo, fizeram uso do seu Plano B e levaram à concretização um Concurso de Carnaval para todos os alunos, realizado no interior da Escola. 

Todos, alunos e familiares, se empenharam na caracterização da sua fantasia e foram premiados os três mais criativos, com a seleção a ser feita pelos alunos.

Foi uma manhã de muita alegria e todos acabaram premiados pela animação e diversão.

A todos o nosso Muito Obrigado!”

Badminton

Prontos para mais um Encontro de Badminton, desta vez no escalão de iniciados no Agrupamento Gardunha e Xisto no Fundão!

Notícia: “A importância da Escolarização no Desenvolvimento Pessoal e Social”

O Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches de Penamacor, em parceria com o Núcleo Distrital de Castelo Branco EAPN | Portugal, no âmbito do Projeto “Crescer na Cidadania XI” realizaram no passado dia 31 de janeiro de 2024 a ação de sensibilização “A importância da Escolarização no Desenvolvimento Pessoal e Social”, pretendeu intervir junto dos alunos em contexto sala de aula e mobilizar professores,
funcionários, encarregados de educação da Comunidade Cigana do Concelho de Penamacor com o objetivo de sensibilizar para a importância da escola no desenvolvimento pessoal e social.
Contou com o mediador Prudêncio Canhoto da Comunidade Cigana do Concelho de Beja, onde na parte da manhã, com início às 9h35, foram dinamizadas três turmas, num total de 54 alunos do 5º, 6º e 7º ano. Realizadas as apresentações dos oradores, foi dado o testemunho de Prudêncio Canhoto sobre a atuação deste, junto de escolas e com alunos da comunidade cigana. De seguida, foi visualizado um pequeno vídeo intitulado “Senhelo Calhim” da Câmara Municipal de Matosinhos, que pretende valorizar a cultura cigana, contribuindo para a construção de soluções facilitadoras do processo de integração multicultural. Os alunos foram questionados sobre as problemáticas do vídeo e sobre quais eram os seus sonhos, pretendendo que estes refletissem sobre o seu futuro. O mediador Prudêncio Canhoto destacou a cultura
cigana, mencionando a história, as origens, a música e costumes únicos nesta comunidade, sempre com o foco de sensibilizar os alunos para a importância da escola no futuro profissional.
Na parte da tarde, às 14h00, decorreu a apresentação no Auditório do Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches, contando com 60 encarregados de educação, professores e funcionários. Prudêncio Canhoto dirigindo-se especialmente para os encarregados de educação deixou um apelo à participação dos mesmos na educação dos filhos, devendo estar mais envolvidos ao longo do percurso escolar. Foi uma ação de sensibilização positiva pois houve debate entre os encarregados de educação e os professores em prol de uma comunidade estudantil mais unida e integrada.

Estagiárias de Serviço Social: Maria Catarina Ribeiro e Sofia Jesus

Notícia em: Clique Aqui

“Regicídio 1908”

A 1 de fevereiro de 1908, teve lugar o Regicídio, que viria a ser fatal para o Rei D. Carlos e do seu filho e herdeiro. Este marco na História de Portugal do século XX marcou o escalar da violência em Portugal e a derradeira tentativa de reforma da monarquia portuguesa.

L´Histoire de la Chandeleur

Dia Escolar da Não Violência e da Paz

O agrupamento assinalou hoje o Dia Escolar da Não Violência e da Paz com atividades na Escola Básica e Secundária e na Escola Básica. No dia em que se lembra o assassinato de Mahatma Gandhi, celebramos os construtores e promotores da Paz, com o propósito de inspirar cada um a ter ações construtivas, pacificas e promotoras do bem-comum.  O nosso patrono, Ribeiro Sanches, defendia que a Educação tinha um objetivo mais global para além de transmitir conhecimento: a educação devia desenvolver nos jovens sentimentos de humanidade e de justiça. Assim, continuamos a trabalhar diariamente e a investir no desenvolvimento global dos nossos alunos. Obrigado às professoras Maria Luísa Cerqueira, Lurdes Salvado e Maria Miguel pela colaboração generosa.

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

Celebra-se anualmente a 27 janeiro. Este é um dia de lembrança em nome dos milhões de vítimas provocadas pelo genocídio da Alemanha nazi sobre os judeus, ciganos, homossexuais, deficientes físicos e mentais, opositores do regime nazista, entre muitos outros, ocorrido durante a II Guerra Mundial.

Vamos lembrar para jamais esquecer!

Alunos da Escola Básica Cantaram as Janeiras na Vila de Penamacor

Na passada terça-feira, dia 23 de Janeiro, os alunos dos 3º e 4º anos da Escola Básica de Penamacor cantaram “As Janeiras” na Escola Sede do Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches de Penamacor, Escola Básica e Secundária Ribeiro Sanches, onde foram recebidos com muita alegria. Com esta tradição, desejaram a todos um Bom Ano Novo.
Na quinta-feira, dia 25, os alunos da Educação Pré-Escolar e do 1.º Ciclo, cantaram “As Janeiras” pelas ruas de Penamacor, desejando a todos um Bom Ano Novo. Entraram no pátio da Santa Casa da Misericórdia e cantaram para todos, adultos, meninos da Creche Nossa Senhora da Conceição e alunos do Jardim de Infância Nossa Senhora das Dores. Depois subiram ao 1.º andar do edifício da Câmara Municipal e cantaram para todo o executivo e funcionários desta instituição. Por fim, atuaram para os Encarregados de Educação e restante população, no Jardim da República.
Foi uma manhã de muita alegria e entusiasmo para todos, em que, de uma forma divertida, se viveu e recordou esta tradição.

A todos o nosso Bem Haja!

Clube Ciência Viva

No âmbito das atividades do Clube de Ciência Viva Ribeiro Sanches (CCV-RS), realizou-se, no passado dia 24 de janeiro, mais uma sessão de iniciação ao ThinkerCAD, ferramenta de programação, assim como desenvolver a interface de programação do Arduino – Arduino IDE. Esta atividade, da responsabilidade do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), contou com a presença de alunos do 9º e do 8º ano.

Boccia

Realizou-se no dia 17 de janeiro no Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches de Penamacor a 1ª Concentração de BOCCIA relativa ao quadro competitivo do Desporto Escolar no grupo 4, com a presença de 44 alunos e 11 professores. Estiveram representados os Agrupamentos de Escolas Frei Heitor Pinto – Covilhã (Escola Básica Nº 2 de Teixoso e Escola Básica de Tortosendo) e o Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches – Penamacor, Escola Básica e Secundária Ribeiro Sanches.

As classificações finais em individuais apresentou: 

1º lugar – Micael Almeida – AE Ribeiro  Sanches – Penamacor – EBS Ribeiro Sanches

2º lugar – Martim Gabriel – AE Ribeiro Sanches – Penamacor – EBS Ribeiro Sanches

3º lugar – Paulo Lopes – AE FHP – Covilhã – EB Nº 2 de Teixoso.

A nossa Escola obteve ainda o 5º, 8º, 9º e 12º lugares.

Por Equipas as classificações ficaram assim ordenadas:

1º lugar – AE Ribeiro Sanches –  Penamacor –  EBS Ribeiro Sanches – Equipa A

2º lugar – AE FHP – Covilhã – EB Tortosendo – Equipa B

3º lugar – AE FHP – Covilhã – EB Nº 2 Teixoso – Equipa B

A próxima concentração realizar-se-à no dia 15 de fevereiro na Escola Básica de Tortosendo.

Até lá e bons jogos.

Narração do conto “O Touro Azul”

Turma 1 e 2 do pré-escolar

As crianças que frequentam o jardim-escola do nosso agrupamento deslocaram-se, no passado dia 12, à biblioteca escolar da EB1, para ouvir a narração oral do conto tradicional O Touro Azul. 

Este conto foi magnificamente narrado pela professora do 4A, professora Carminda Pereira, que muito gentilmente partilhou com as criança um conto que os seus avós lhe transmitiram na infância e que ela guarda na memória e, na memória dos afetos, até  hoje. 

As crianças mostraram-se muito atentas, curiosas e participativas interagindo com a narradora, a professora Carminda, na exploração da mensagem do conto, compreendendo o significado do coração de ouro que o Touro possuía.

O propósito desta atividade é partilhar a narração de contos populares tradicionais, outrora  narrados pelos nossos avós, e que estão guardados na memória dos nossos professores,  auxiliares, pais ou avós, para assim se promover e trabalhar o gosto pelo livro e pela leitura com as crianças que frequentam a educação pré-escolar.

A próxima sessão está agendada para o dia 26 de janeiro e vai contar com a narração de um conto guardado na memória de Alcina Cruchinho, do município de Penamacor. 

Esta atividade tem, na sua organização e execução, a colaboração de Gorete Alvito de Brito.

Salientar, por último, que uma partilha desta dimensão ilustra a disponibilidade dos professores do AERS em trabalhar colaborativamente com outros níveis de ensino possibilitando, assim todos juntos, construir com sucesso o percurso escolar dos nossos alunos mais novos.

Temos mesmo professores com coração de ouro!

Xadrez – Desporto Escolar

No passado dia 9 de janeiro, realizou-se na nossa escola e no âmbito do desporto escolar (DE), mais uma concentração distrital de xadrez. Estiveram presentes, no escalão de iniciados, os alunos Dinis Cruz e Mateus Martins (8.ºB) e o aluno Bryan Azevedo (8.ºA), tendo participado com empenho e entusiasmo, em mais um dia dedicado à prática desta salutar modalidade desportiva.

O professor responsável pelo Grupo Equipa de Xadrez do DE

  João Pacheco

Catálogo do projeto “Bordar em Cartão” da Junta de Freguesia apresentado

O catálogo do projeto “Bordar em Cartão”, promovido pela Junta de Freguesia de Penamacor, durante o ano 2022-2023, junto das crianças do Ensino Pré-Escolar do Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches (AERS), foi apresentado na Escola do Primeiro Ciclo da Vila, no último dia 5 de janeiro. Esta iniciativa editorial apresenta o conjunto de trabalhos realizados nas atividades durante o passado ano letivo, revelando-se como um desafio à criatividade e imaginação infantil, tendo diversos objetivos como a exploração de diferentes técnicas de expressão manual e artística (tecelagem, bordado, origami, entre outros), a exploração pedagógica (a cor, a forma, a escrita, o desenvolvimento da linguagem) e o desenvolvimento da motricidade fina e a coordenação óculo-manual. Com o projeto “Bordar em Cartão”, no qual participaram dois grupos de alunos, num total de 41 crianças, de várias nacionalidades, com idades compreendidas entre os três e os seis anos de idade, pretendeu-se contribuir, de forma lúdica e pedagógica, para a promoção do sucesso escolar.

Presentes na iniciativa, estiveram o Presidente e a Secretária da Junta de Freguesia, António Gil e Alcina Cruchinho, respetivamente, o Vereador do Município, José António Ramos, e o Diretor do Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches, António Paralta, entre outras figuras e entidades.

António Gil referiu que a Junta de Freguesia a que preside está sempre disponível, dentro das suas possibilidades, para apoiar iniciativas no âmbito da educação que considera ser um pilar fundamental de qualquer país. O autarca referiu, ainda, que é desde crianças que se vai mudando e desenvolvendo mentalidades e perspetivas. A terminar deu os parabéns às crianças participantes e a todos os envolvidos na iniciativa pelo trabalho realizado.

Depois do sucesso da primeira edição, a segunda já está a decorrer com a participação de 49 crianças, sendo que este catálogo pretende, igualmente, ser um instrumento de trabalho. O catálogo permite contar uma história através dos subtítulos e a continuação do trabalho desenvolvido em casa, em instituições de ensino ou em associações. Este projeto teve, também, o apoio do Município de Penamacor e do AERS. No final, foi oferecido um exemplar da obra a cada criança participante.